Nota do Simed-TO sobre o Programa Mais Médicos

21/06/2023 21/06/2023 18:00 577 visualizações

A aprovação do projeto de lei que recria o Programa Mais Médicos é uma ameaça à saúde do brasileiro. É assim que o Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (SIMED-TO) analisa a votação favorável no Senado Federal da proposta que permite a contratação de médicos estrangeiros sem diplomas revalidados para atuarem no Brasil.

O SIMED-TO entende que ao dispensar a exigência da revalidação do diploma, pelas normas brasileiras, um processo lícito que avalia a qualidade do profissional, o Mais Médicos expõe a vida dos pacientes do país ao risco da atuação de profissionais sem qualificação comprovada.

A entidade defende o veto à lei e uma reavaliação geral do Programa Mais Médicos para que o atendimento a milhões de brasileiros seja redefinido com respeito à vida dos pacientes, valorização do ensino médico brasileiro e do profissional da medicina qualificado, formado em faculdades nacionais, ou com diploma estrangeiro legalmente revalidado no Brasil.