SIMED cobra do Estado não implementação de progressões

Estado publicou que implementaria as progressões a partir de 1º de junho e servidores ficaram decepcionados ao receber o salário do mês e perceber que não tiveram suas progressões pagas
26/06/2023 05/09/2023 15:31 493 visualizações

O SIMED-TO protocolizou nesta segunda-feira, 26, ofício solicitando informações acerca da não implementação das evoluções funcionais dos médicos servidores do Estado publicadas publicadas no Diário Oficial do Estado nº 6326.

As progressões horizontais e verticais, autorizadas pela PORTARIA Nº 558/2023, de 8 de maio de 2023, seriam concedidas em folha de pagamento a partir de 1º de junho de 2023. No entanto, ao receberem o salário do mês seis, os médicos perceberam que suas evoluções não foram implementadas tampouco tiveram seus retroativos corrigidos.

“A evolução funcional é um direito dos servidores e os médicos que buscaram conhecimento e apresentaram os requisitos estão sendo prejudicados mais uma vez com o atraso do Governo do Estado em pagar essas progressões. O SIMED está acompanhando os casos e chamando à responsabilidade para a quitação desses passivos com o servidor médico", frisou o presidente do SIMED-TO, Dr. Reginaldo Abdalla Rosa.

O Sindicato dos Médicos aguarda posicionamento da SECAD sobre a não efetivação das evoluções e está atento às demandas dos sindicalizados.