SIMED-TO participa de agenda intensa da FMB na capital federal

08/05/2024 08/05/2024 09:45 88 visualizações

Dirigentes da FMB e de sindicatos de base tiveram dois dias de intensas atividades em Brasília. Tadeu Calheiros, Edmar Fernandes e Reginaldo Abdalla, respectivamente presidente, secretário de Comunicação e secretário de Finanças Adjunto, acompanhado de representantes do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, cumpriram agenda de trabalho que iniciou na segunda-feira, dia 6 de maio, com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Geraldo Alckmin.

“Nessa conversa encaminhamos a discussão sobre o Decreto 11.999/2024, que trata sobre a Comissão Nacional de Residência Médica. Nosso pedido é de revisão do Decreto tendo em vista que ele não é paritário e isso pode afetar em cheio a Residência Médica”, destaca Tadeu Calheiros.

SALÁRIO MÍNIMO

Na terça-feira, 7 de maio, os dirigentes tivera uma reunião com o deputado federal Eduardo Velloso, relator do PL 765/2015, que versa sobre a atualização do salário mínimo de médicos e dentistas. “O deputado entendeu nosso pedido de agilizar o relatório e se comprometeu em realizar uma audiência pública para encaminhar o documento. Vamos convocar os médicos e todo o Brasil para esse momento que é muito importante para os médicos brasileiros”, aponta Edmar Fernandes.

MÉDICOS PELO BRASIL

Também na terça-feira, os dirigentes médicos estiveram com André Longo, na AgSUS para tratar sobre o acordo coletivo de trabalho do programa Médicos pelo Brasil. “No dia 16 de maio teremos uma audiência híbrida para encaminhar esse caso. Os pontos de negociação são muitos e precisam de uma conversa mais ampla”, destaca Reginaldo Abdalla, que também é presidente do Sindicato dos Médicos de Tocantins.

Na noite de terça-feira os dirigentes tiveram uma reunião com a Frente Parlamentar da Medicina.